domingo, 26 de fevereiro de 2012

O homossexualismo sob a lupa da ciência

O homossexualismo A homossexualidade sob a lupa da ciência


O que faz alguém ser homossexual? É uma simples opção individual nascida do livre-arbítrio? É uma alteração patológica do comportamento? É algo que deve ser tratado, como se fosse uma disfunção hormonal? É o meio? São os genes? Independentemente da enorme dificuldade de encontrar uma resposta para essas perguntas - e da enorme facilidade que têm alguns em dar respostas apressadas -, o fato é que ser homossexual não é nada fácil. A perseguição e a intolerância têm sido o padrão geral de tratamento para essas pessoas. Assumir a homossexualidade ainda é um passaporte para a rejeição social e até familiar. Difícil saber onde ela nasceu. Nossas raízes religiosas não têm ajudado em nada. Frases bíblicas como “Com varão te não deitarás, como se fosse mulher: abominação é” ou “Quando também um homem se deitar com outro homem como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue é sobre eles”, provavelmente não devem contribuir para minorar esse clima de perseguição, mas provavelmente não justifiquem completamente a histórica situação de rejeição social e intolerância (1) . 

Desde o ponto de vista científico, nos últimos anos pesquisadores vêm tentando responder se existem ou não diferenças entre o cérebro de homossexuais e heterossexuais, que possam influenciar na preferência sexual. Esses estudos ganharam na última década ferramentas valiosas como a fMRI (ressonância magnética funcional) e a PET (tomografia de emissão positrônica), que permitem ver com clareza estruturas cerebrais, medir seu volume, e analisar como essas estruturas funcionam “ao vivo e a cores”.

Em um estudo publicado este mês, os cientistas Ivanka Savic e Per Lindström, do Instituto Karolinska, da Suécia, selecionaram 90 indivíduos de idade semelhante, sendo 25 homens heterossexuais, 20 homens homossexuais, 25 mulheres heterossexuais e 20 mulheres homossexuais, e os submeteram a uma série de análises utilizando fMRI e PET.

Os resultados mostraram que homens heterossexuais e mulheres homossexuais têm características cerebrais semelhantes, e a mesma coisa aconteceu entre mulheres heterossexuais e homens gays. Por exemplo, o hemisfério cerebral direito, que controla as capacidades espaciais e senso de orientação, é maior que o esquerdo nos homens heterossexuais e mulheres homossexuais, já entre mulheres heterossexuais e homens homossexuais os hemisférios direito e esquerdo têm o mesmo tamanho. Esse fato poderia explicar dados obtidos anteriormente, que mostravam que homens gays e mulheres heterossexuais apresentam, em média, um senso de direção inferior que o apresentado por homens heterossexuais.

Além do volume cerebral, os pesquisadores observaram que o funcionamento do corpo amigdalóide, uma estrutura cerebral que joga um papel fundamental nas respostas emocionais, é semelhante entre mulheres heterossexuais e homens homossexuais.


Imagens de ressonância magnética funcional do cérebro de homens heterossexuais (HeM), mulheres heterossexuais (HeW), homens homossexuais (HoM) e mulheres homossexuais (HoW). Observar as semelhanças do padrão de ativação do corpo amigdalóide, fundamentalmente entre HeM e HoW.


Esses resultados são importantes porque foram avaliados sistemas cerebrais não relacionados com o comportamento sexual. Em estudos anteriores, ao mostrar rostos atraentes os pesquisadores tinham observado que estruturas cerebrais relacionadas com o comportamento sexual reagiam de forma semelhante entre mulheres heterossexuais e homens homossexuais (respondiam a fotos de homens bonitos) e entre mulheres homossexuais e homens heterossexuais (respondiam a fotos de mulheres bonitas). Mas semelhanças entre estruturas cerebrais relacionadas com o comportamento sexual podem ser resultado da opção sexual e não causa dela. Assim, quando comparamos características neutras desde o ponto de vista sexual (tamanho do cérebro, funcionamento emocional ante estímulos não sexuais), fica difícil acreditar que essas diferenças sejam a consequência de ter assumido determinada preferência sexual. Mas para ter mais certeza sobre isso, o grupo da pesquisadora Savic está estudando agora assimetrias cerebrais em recém nascidos, na tentativa de ver se essas diferenças podem ser utilizadas para prever a orientação sexual futura.

De concreto, o que temos é que há sim diferenças entre o cérebro de homossexuais e heterossexuais do mesmo sexo. Essas diferenças podem ser tanto o fruto de alterações genéticas, como de fatores que agem em nossa vida intra-uterina. Nessa fase, alguns estudos mostram que uma maior ou menor exposição do feto aos hormônios sexuais circulantes no sangue pode ser responsável por essas mudanças. Essa característica biológica, associada ao meio, pode participar de forma importante na opção sexual, mas até que ponto é determinante, ainda é uma incógnita.

O mais intrigante é que quanto mais nos aprofundamos em entender o cérebro, cada vez mais a noção do livre-arbítrio fica comprometida. Embora perturbador, se essas suspeitas sobre o fundamental papel do cérebro sobre nossos comportamentos, crenças e decisões se confirmarem, justificarão ao menos uma visão mais tolerante e compreensiva sobre nossas atitudes, vaidades e fraquezas.

(1 Em tempo, de acordo com as pesquisas mais recentes, os ateus são ainda mais rejeitados que os homossexuais. 63% dos entrevistados, por exemplo, não votariam em um ateu “de jeito nenhum”. Parece não haver dúvida que este nível de rejeição só pode ser explicado devido à histórica intolerância religiosa. 


(2) O termo Homossexualismo usado neste artigo corresponde à definição do dicionário eletrônico Houaiss, versão 3.0:



Homossexualismo 
n substantivo masculino    
1 a prática de relação amorosa e/ou sexual entre indivíduos do mesmo sexo    
2 m.q. homossexualidade
Fontes: 
PET and MRI show differences in cerebral asymmetry and functional connectivity between homo- and heterosexual subjects. Ivanka Savic and Per Lindström; PNAS, junho 2008.
Kranz F, Ishai A (2006) Face perception is modulated by sexual preference. Curr Biol, 16:63–68.
Ponseti J, et al. (2007) Homosexual women have less grey matter in perirhinal cortex
than heterosexual women. PLoS ONE 2:e762.

(Artigo originalmente publicado no jornal Folha da Região, Araçatuba, SP, em 21/06/2008)




77 comentários:

  1. Olá Roelf, li a Veja e sobre o tema eu penso que todos os que usam o raciocínio sempre souberam que há coisas para as quais podemos usar o livre arbítrio, outras são inerentes e inalteráveis. Se o seu paladar curte sorvete e idênticamente os sabores morango e chocolate, o seu livre arbítrio será usado. Se, de nascença, o seu paladar nào fica afeito nunca ao chocolate o livre arbítrio realmente não é necessário, porque detestar chocolate é inerente. Mas isso, até hoje, só a Criação pode determinar (chame-a de hormônios, neurônios ou soma destes e mais outros). Penso que até os cientistas que estão fazendo essas pesquisas devem revirar no cama à noite pela conotação dada à descoberta que sempre foi óbvia (menos para os homofóbicos) e que no entanto agora foi provada. Já que se eles não dispusessem de livre arbítrio eles só poderia pesquisar um único tema ao longo de toda a sua vida... (piadinha, esse parágrafo final, lógico! mas com certa lógica - r***)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, pesquisas anteriores comprovaram o contrario eu acho que voce não entendeu o tema e o resultado. O maior problema esta em descobrir o porque da "alteração" saindo da normalidade. E antes que o odio de alguns sejam inflamado não estou dizendo que isso seja uma doença, mas estudos anteriores ja comprovaram isso e foram "destruídos" apontados como homofóbicos. risos ... parece que se a ciência comprovar ou der alguma ideia contra o ataca e fenomenal. É preciso sim estudar, investigar e publicar sem medo da censura e se o resultado não for o que as paixões determinam que sejam aceitos ( não estou pedindo e nem os cientistas) para que sejam seguidos.

      Excluir
    2. O homem é dotado de vontade, seus sentidos são estimulados quando da ausência de algo onde pre supomos vise preencher seu organismo(corpo), que aliás não raciocina, mas depende de alimentação para sobreviver. Esse é o lado animal do homem; um bebe recém-nascido é desprovido de medo, mas seu raciocínio lhe diz que para saciar sua fome se faz necessário chamar a atenção, e o modo natural é o choro, agora a pergunta é quem o ensinou isto?
      Poder, faculdade de decidir, de escolher, de determinar, dependente apenas da vontade (livre-arbítrio) é inato ao ser humano, salvo aquele que tem algum tipo de doença ou desenvolvimento mental retardado ou incompleto, desse modo vemos que o homossexualismo é algo totalmente contrário a natureza, onde o próprio convívio com os animais mostra que o ato sexual tem dois sentidos(homem) - prazer e procriação - e um (animais) - procriação. Por esse motivo penso e convido ao racionalismo que, a pratica homossexual pode ser conceituado como: um ato praticado por um elemento retardado, ausente de raciocínio ou/ e senso de discernimento do certo ou errado natural ou um ato pecaminoso( erro de alvo ) ou imoralidade sexual ( ambos os casos precisam de tratamento ).
      O que devemos fazer é ajudar essas pessoas a se nortearem, como respeito a vida humana e conscientizá-las que como disse o sábio temer a D-us e guardar seus mandamento é dever de todo homem ou mulher(parafraseando a Bíblia) e que D-us trará todas as coisas a juízo, que o homem tenha feito de bom ou mal e até as ocultas!

      Excluir
    3. Você está totalmente certo, merece palmas, precisamos de mAis pessoas como você no mundo

      Excluir
    4. só para lembrar estudo biologia e o homossexualismo e presente em muitas especies, o que coloca seus argumentos em duvida, se tudo que fazemos e apreendido como os animais que não possuem livre arbítrio poderia escolher essa opção, a questão dessa prática ser considerada algo irracional praticado apenas como pessoas retardadas e não logica, pois inúmeros gênios da humanidade eram gays e lésbicas ou bissexuais, e meio obvio disser que você esta baseado na religião para afirma tal coisa, mas venho te lembra que o discurso religioso não se aplica na no mundo acadêmico e das ciências, onde requer testes e analises criteriosos. desde de já obrigado

      Excluir
  2. Oi Cecília. Eu não tenho opinião formada sobre a existência ou não de livre arbítrio. A grande maioria dos neurocientistas que estudam esse assunto colocam seriamente em dúvida sua existência, mesmo para escolhas triviais, como essa que vc cita sobre chocolate e morango. Pelo que eles comentam, o livre arbítrio flutua dia a dia de acordo com os padrões de plasticidade neural. Até o que vc comeu ontem pode interferir nas tuas decisões hoje, já que os constituintes que formam o cérebro e as sinapses vão se renovando constantemente, e dependendo dos nutrientes presentes o funcionamento cerebral varia. Mas nesta área as teorias têm ainda evidências insuficientes. Haverá que esperar.
    Abç.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe livre arbítrio... Isso é uma ignorância... O que temos seria uma livre agência... Escolher o que comer, o que vestir, pra onde ir, do que gosto mais ou não... O livre arbítrio seria decidir por algo, independente da sua vontade, ou contrário a ela e quem vai à padaria e odiando leite pede um copo de leite pra tomar enqto come um pão de queijo? Nós sempre escolhemos aquilo que temos vontade! Até o Aurélio explica onque é arbítrio

      Excluir
    2. Não posso dizer que ñ exista livre arbítrio, a casos e casos, eu particularmente só tenho o livre arbítrio de me relacionar ou não com a pessoa do mesmo sexo, mais infelizmente não consigo ter o livre arbítrio de não me sentir estimulado,ter desejo por pessoa do mesmo sexo! Sofro muito por isso e com isso tenho preconceito comigo mesmo! e meu sonho era poder me casar e ter uma vida com uma família tradicional porem sei que ñ conseguiria ser fiel nem satisfazer o sexo oposto! Todavia acho lindo uma familia tradicional e defendo a mesma! se algum dia tiver como mudar o que eu sou, ou seja deixar de ser homo eu quero!!

      Excluir
  3. E fica a dúvida... Vontade do homem (livre arbítrio) ou vontade de Deus...
    Essa história de "livre arbítrio" é um caso para se pensar, por que os conhecedores da bíblia não podem discordar comigo que na própria há várias discordâncias. Por exemplo: um certo trecho da bíblia (agora não vou saber qual ) Deus diz que ele nos deu o livre arbítrio, e em um outro trecho, diz que Deus sabe de todas as coisas e que o Futuro pertence à ele. Ou seja, ele já sabe TUDO o que vamos fazer à partir do momento em que nascemos, como será nossa vida, nossas escolhas e como vamos morrer, se TODAS as decisões cabem à ele e se nem um fio de cabelo cai da cabeça sem que ele concorde, então o nosso "livre arbítrio" tecnicamente não existe!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AMIGA, VOCÊ GOSTARIA DE SABER QUE É UM ROBÔ PROGRAMDO?
      - Não né???

      POR ISSO DEUS, DEU AO HOMEM "VOLIÇÃO" = LIVRE OPÇÃO DE ESCOLHA. MAS, PELO FATO DE DEUS SER "ONISCIENTE"... ELE SABE DE TUDO E O QUE É MAIS GLORIOSO AINDA... ELE TE DEIXA LIVRE PRA FAZER O QUE VOCÊ QUISER...

      SE LÚCIFER FOSSE UM ROBÔ PROGRAMADO, E TODOS OS ANJOS DO CÉU... HAVERIA GUERRA CONTRA DEUS???

      LÚCIFER / SATANÁS, QUE SE REBELOU CONTRA DEUS, DESEJARIA SER IGUAL A DEUS, SE DEUS NÃO DESSE A ELE "O LIVRE ARBÍTRIO", SE DEUS O FIZESSE COMO ROBÔ PROGRAMADO, SEM "VOLIÇÃO = OPÇÃO DE ESCOLHA???

      PENSE UM POUQUINHO, VOCÊ PODE PENSAR POR QUE É LIVRE!

      APROVEITE ISSO, VOCÊ É UM ROBÔ, PORQUE DEUS, O PRÓPRIO SENHOR JESUS, ELE TE AMA!

      _____________________________________________________

      * TODAS AS ESPÉCIES DE MALES E TRAGÉDIAS QUE ACONTECERAM E AINDA ACONTECE, SURGIRAM POR CAUSA DA DESOBEDIÊNCIA DE ADÃO E EVA. POIS ELES (TENDO LIVRE ARBÍTRIO e CURIOSIDADE) DESEJARAM COMER DO FRUTO PROIBIDO, E ASSIM, PECARAM CONTRA DEUS.

      NO CAPÍTULO 3:17 DE GÊNESIS, DEUS DIZ:

      "__MALDITA AGORA É A TERRA POR TUA CULPA..."


      * DEUS REPREENDEU ADÃO POR NÃO TER BRIGADO COM SUA MULHER POR CAUSA DO FRUTO QUE ELA COMEU (INFLUENCIADA POR LÚCIFER / SATANÁS, QUE ESTAVA INCORPORADO NA COBRA / SERPENTE)


      - AS MORTES VIERAM (CAIM MATOU ABEL)
      - AS GUERRAS VIERAM
      - A TRISTEZA SURGIU
      - A DEPRESSÃO
      - OS DESEJOS DE SUICÍDIO
      - O DESESPERO NO CORAÇÃO, NA ALMA

      - Surgiu O HOMOSSEXUALISMO (Homem X Homem) - Levítico 18:23
      - Surgiu A ZOOFILIA SEXO COM ANIMAIS) Levítico 18:23

      - Nasceram cardos e espinhos nas plantas e flores
      - Surgiu o ódio, a disputa, a ganância no coração humano


      Enfim, tudo de ruim surgiu quando ADÃO E EVA DESOBEDECERAM UMA ORDEM DIVINA:
      “NÃO COMEREIS DESTE FRUTO”

      Por isso O PRÓRPIO DEUS SE TRANSFORMOU EM JESUS CRISTO.
      ELE DESCEU DO CÉU PARA NOS SALVAR, MORRENDO NA CRUZ DO CALVÁRIO, EM NOSSO LUGAR!

      SÓ JESUS PODE SALVAR A HUMANIDADE...

      NÃO OUTRO DEUS!

      Excluir
    2. Equivocado J / NÃO EXISTE na Bíblia a palavra Livre-Arbítrio, não ha, é incoerente falar que temos livre-arbítrio, mas isso n nós faz uma maquina.
      Somos guiados e influenciados por nossa vontade, se voce tem o conhecimento de morango e chocolate como o exemplo da Cecilia, vc vai escolher aquele que O SEU ser(vontade, digo vontade nao aquela passageira, a que controlamos, digo Vontade usandoa como ação maxima) quiser, tem dias que prefiro de morangos, outros chocolates, mas porque? varios motivos ligado a minha vontade


      Não ha garantias na Bíblia que exista o livre-arbítrio muito pelo contrario, caso queria saber responde ai que te mostro, muita coisa tenho pouco tempo agora

      abraço

      Excluir
    3. SEU LIVRE ARBITRIO FUNCIONA E EXISTE SIM.ELE E APARTIR DE QUE VOCE QUERIRA FAZER ALGO E QUE SERA RESPONSABILIZADO POR ISSO

      Excluir
    4. Se seremos responsabilizados pelo nosso livre arbítrio, porque responderíamos as consequências livre arbitro de Adão e Eva? desculpe minha ignorância, mas não me parece muito justo. Esse deus que vc descreveu que puni dessa forma seus filhos, não me parece amoroso, parece revoltado, sentimento esse muito humano pra um Deus.

      Excluir
    5. Acho que essa discussão e rasa (devido a falta de leitura de ambas as partes)
      Se pensarmos em Livre arbítrio e leis divinas a resposta e bem obvia. Os dogmas, leis ou seja a palavra que for usar estão ai, cabe você segui-las ou não, mas tudo tem consequências. essa é a lei unica do universo (físico ou místico).

      Excluir
    6. não sei de nada só sei que, vou me matar, não sei oq é certo, so sei que não quero, viver assim jogado de um lado pra outro. chega.

      Excluir
    7. O fato de Deus saber de tudo o que vai acontecer (ser onisciente), o que vamos escolher, que decisões vamos tomar... não quer dizer que não tenhamos livre arbítrio. Deus não quer que ninguém se perca, mas só passarão a eternidade com Ele aqueles que se arrependerem dos seus pecados e receberem Jesus como único e suficiente Salvador e Senhor.

      Excluir
  4. Realmente muito interessante, principalmente quando fala do livre arbitrio. Ao que parece, somos reféns de comportamentos predestinados desde a gestação, o que não nos impede de tomarmos decisões que fujam de nossa predisposição. Isso implica em sairmos da nossa zona de conforto e seguirmos caminhos que nem sempre nos agradam.
    Vale levar em consideração que também sofremos influência externa, e somos seres altamente influenciáveis.
    Ou seja, nosso destino não está "selado".

    ResponderExcluir
  5. Quando se fala em ateus da implicação de intolerância religiosa e quando ateus assassinaram milhares de pessoas e gays perseguem outras milhões com sua ideologia o que seria mais mal?O cérebro ainda esta em estudo para fazer afirmações deste tipo a ditadura da hipótese sempre em alta ciência pura ainda existe ou é apenas uma mistura de filosofia e ciência,um cientista jamais falaria de religião apenas ciência.

    ResponderExcluir
  6. Aquele(a) que ama é um ser mais divino que o amado(a),pois está possuída(o)por um deus.(...)Concluo, portanto, que Eros é o mais antigo, o mais honorável e o mais capaz entre os deuses de propiciar a virtude e a felicidade dos homens, seja durante a vida, seja após a morte. PLATÃO (SÉCULO IV A.C.)
    "Nem a um deus é facultado amar e manter-se sábio"PUBLILIUS SYRUS (SÉCULO I A.C.)
    'Desejar violentamente uma coisa é tornar-se cego para o demais.'
    DEMÓCRITO (SÉCULO V A.C.)
    "O amor é o desejo de alcançar a amizade de uma pessoa que nos atrai pela beleza." CÍCERO (SÉCULO II A.C.)

    CaRoelf, pra nossa animada reflexão, quatro citações de pensadores gregos pré-cristianistas, época em que a sociedade local era mais tolerante com os(as) homosexuais, ateus e atéias,e livres-árbitros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belas citações amigo!!! (Esse "CaRoelf" não me é estranho, ou é?).
      Abraço!!

      Excluir
  7. muito interessante as pesquizas científicas principalmente as concernentes a este tão polemico tema, como psicologo há 26 anos vejo na prática que ocorre uma convergencia destes fatores orgânicos cerebrais, mas que passa necessariamente pela interferencia do meio circundante...
    o mais complicado de se entender cientificamente é o homosexual dito ativo pois busca em outrem do mesmo sexo o sexo oposto, por que estes nao buscam de forma direta o sexo oposto ao seu? outros tem interesse por ambeos os sexos, nestes casos nãp existe diferenças cerebrais o que confirma a influencia do meio e a dinamica da ambiencia que fora criado

    ResponderExcluir
  8. Doença não é.....Escolha também não, ninguém "vira" gay ou lés, apenas se assumem quando escolhem : esta sim é uma opção, a escolha de se assumir e correr os riscos da rejeição, homofobia, a sociedade dá as costas, somos vistos como "seres diferentes"...oras, se somos criação do mesmo Deus, que Deus é o que eles pregam será? é a mesma coisa que a ciência e a espiritualidade se debatem: Se alguém exige, por exemplo, querer provas por parte dos que afirmam que existe vida fora da Terra, por questão de bom senso deve ter também provas de que não existe. Será que tem?
    Veja agora o que a USP está fazendo:
    Hoje existe um curso de “Medicina e Espiritualidade”, oficial, dentro da USP (Universidade de São Paulo), a maior Universidade do País, onde são estudados estes questionamentos que alguns continuam a dizer que são crendices. Em nível de informação, sugerimos que os jornalistas se interessem em reportar sobre este assunto, sem que vá aqui a menor intenção de querer converter ninguém. Não se trata de questão religiosa, trata-se de questão científica. Para melhor informação, as aulas deste curso podem ser vistas no site: www.redevisao.net.
    Só posso afirmar que sou lés, sou feliz assim, não me incomodo com o que falam de mim porque é à Deus que devo prestar contas e nunca trataria alguém mal por ter me rejeitado ou não me compreender pois atrás dessa pessoa tem um passado que só ela sabe e cada um tem sua história e sua cruz, não deixe nenhum pedaç~dela pra trás, pois podes precisar para pular um precipício do tamanho exato dela! Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas um detalhe. A ciência não tem instrumentos para provar que algo não existe. O ônus da prova recai em quem alega a existência do ainda não existente.
      Abraço.

      Excluir
    2. eu acho que niguem vira gay ou lesbica ............ja nasce e devido o preconceito da familia ,sociedade e tabem a religiao que afirma ser pecado ,alguns demoram pra "sair do armario "ou outros nunca se assumem , acaba figindo ser hetero até morrer vivendo infeliz .nunca estudei a biblia a fundo pra encontrar uma saida pra quem é homossesual,mas deve existir um meio nao acredito que DEUS os jogaria no inferno por isso , e os hemafroditas ,será que vao pro inferno por serem hemafrodita?.DEUS é AMOR ,ele o um pai que ama seus filho . a palavra de DEUS fala que DEUS ama o pecador e nao ama o pecado; isso é pra todos nao só pros homossesuais . eu sei que existe uma explicaçao blibica pra isso .

      Excluir
    3. Alguns me chamarão de fundamentalista, mas a questão é que grande parte da mídia parece estar determinada a influenciar a sociedade a “conformar-se” com determinada orientação, como se não houvesse conseqüências para o entendimento que os nossos jovens educandos e futuros cidadãos possam fazer sobre este delicado tema alvo de calorosos discursos políticos de vários grupos da sociedade civil.
      A homossexualidade deixou de ser um distúrbio ou alteração cromossomática, tanto que a Organização Mundial da Saúde baniu a palavra homossexualismo do vocabulário médico quando faz-se referência a indivíduos têm uma orientação não heterossexual. O sufixo ismo denota doença. Enquanto isso as tendências de comportamento são diariamente instigadas à transgressão.
      Tudo o que a humanidade produziu até agora, transformando espaço natural em espaço geográfico, cada vez mais as distancias diminuem não somente em função da evolução dos transportes, mas principalmente devido às novas tecnologias de informação, as quais nós todos estamos à mercê de seu potencial transformador.
      Vivemos em um mundo globalizado para poucos e a informação que chega é distorcida pelos veículos de comunicação segundo os seus interesses. A internet é um universo sem fronteiras e sem um consenso. Não há limites para a mente humana diante da tela de um computador.
      São nessas longas horas que mora o pior dos perigos. O lado obscuro da tecnologia em disseminar, massificar e até roubar identidades de quem está conectado apenas como um mero ser alienado.
      Se determinados comportamentos já não são qualificados como doença ou distúrbio, mas sim opção, por que então insistir em evidencias? Por que insistir no discurso da pré-disposição a tornar-se alvo da hipocrisia?
      Afinal se a Organização Mundial da Saúde já deu o seu parecer sobre este tema que mais parece uma ditadura do silencio, por que calar a critica a determinados comportamentos? Os que respondem quando questionados seguir uma orientação heterossexual, isto não significa estar livre de transgressões, não é esta a questão, mas por que vivemos uma ditadura do silencio?
      Em uma democracia todos tem o direito de se expressar, pois uma democracia legítima coexiste nas diferenças.

      Excluir
  9. Caro Roelf Cruz Rizzolo , obrigada pelo esclarecimento. Não foi minha intensão debater ideologias, mas quem não acredita em espíritos, não acredita em Deus pois ELE é espirito maior, pai de toda sabedoria, conhecimento e o Criador de tudo. Perdão pela minha falta de sensatez em relação à ciência, afinal a intensão foi me referir à pessoas e não a teorias científicas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Na realidade, não entrei no mérito sobre tua posição. Fiz apenas uma observação epistemológica relacionada com o ethos da ciência.
      Fico de fato agradecido pela tua visita e tua contribuição na discussão.
      Abraço.

      Excluir
  10. Esse artigo só me fez lembrar da época em que os brancos queriam justificar a escravidão e realizaram "estudos" comprovando que os cérebros de ambos eram diferentes, e dos negros, menos desenvolvidos. Colocar homossexualismo no título realmente é uma afronta a todos os avanços que essa categoria teve relacionados à igualdade social, já que o sufixo "ismo" remete à doença. Caso alguém duvide, questione o motivo do conceito ser "homossexualismo" e não igual à "heterossexualidade". Já é uma forma de discriminação. Essa pesquisa só percebeu que o cérebro do homossexual comparado ao do hétero te só características inferiores? Não teria então nenhuma fisiológica que seja melhor no encéfalo de um hétero. É uma questão a se pensar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, a utilização do termo "homossexualismo" está explicada após o texto principal:

      (2) O termo Homossexualismo usado neste artigo corresponde à definição do dicionário eletrônico Houaiss, versão 3.0:

      Homossexualismo
      n substantivo masculino
      1 a prática de relação amorosa e/ou sexual entre indivíduos do mesmo sexo
      2 m.q. homossexualidade

      Para ninguém ficar ofendido, mudei o título.
      Sobre teu comentário "Essa pesquisa só percebeu que o cérebro do homossexual comparado ao do hétero te só características inferiores?", bom , não entendi.O que a pesquisa menciona é que algumas caraterísticas conectivas de cérebros de mulheres homossexuais se assemelham às de homens heterossexuais. Nada de inferior ou superior, ok? Aliás, está circulando por aí um vídeo do Eli Vieira respondendo às bobagens do Malafaia que comenta justamente isso.
      Abç.

      Excluir
  11. Olá Roelf, o que realmente tem me deixado em dúvida atualmente, é que sou gay DESDE QUE NASCI (explicando para desinformados que não é opção) e sempre acreditei que essa condição me foi dada por algum motivo que Deus encontrou, por que eu realmente não acho que isso não seja providenciado por Ele. Porém, lendo ultimamente sobre o que diz a bíblia em relação ao homossexualismo, vi que Deus condena e que no Seu reino não entrará pessoas assim. O que você tem a me dizer? Isso é bastante complicado, sou religioso, mas depois de uma situação dessas fico me perguntando qual a explicação então de eu ser homossexual. Acho que vou voltar a 23 anos atrás e acreditar que isso é uma doença, só assim terei uma explicação. Desculpe a ironia, mas é de indignar!

    Marcelo Dias, Piauí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelo. Acabei de postar um novo artigo que explica pq é bem possível ser homossexual desde o nascimento.
      Ser gay não é nenhuma doença. Se alguém diz isso é por ignorância ou má fé. Mas o fato é que a Bíblia condena a homossexualidade de forma impiedosa. A Bíblia é um livro escrito há milhares de anos por povos bastante primitivos, que inventaram um deus cruel e vingativo para impôr a ordem através do medo. Se o deus bíblico vivesse hoje seria julgado e condenado como genocida, ou estaria nalgum hospício. Se ha algo doente é a crueldade e intolerância bíblica. Você provavelmente não pode optar em termos das tuas preferências sexuais. Mas você pode optar se vale a pena continuar participando num grupo religioso cujo livro principal recomenda que os homossexuais devem morrer. Quem está errado? Reflita e seja coerente.
      Abraço e seja feliz.

      Excluir
    2. Olá, Roelf! Apesar de respeitar seu modo de pensar, não concordo com sua opinião sobre a Bíblia. Primeiro, ela não foi escrita por povos bastante primitivos. Isso se parece com o mito da existência de línguas primitivas e línguas civilizadas, que não tem nada de científico. Além disso, para os bons leitores da Bíblia, não há essa ideia de um Deus vingativo. A Bíblia não é um livro de ciência. Descreve basicamente a relação de Deus com o homem após o pecado. Heterossexuais e homossexuais são tratados de modo semelhante no velho testamento. Se havia uma lei que recomendava a morte para "homens que se deitavam com homens", havia também leis que recomendavam a morte no caso de incesto e comportamentos do gênero. Finalmente, o Deus bíblico vive hoje e está acima de tudo isso, não é nada intolerante, nem cruel. Sua leitura da Bíblia e de Deus é que precisa de maior tolerância. A tolerância tem duas faces: quando degenerada, pode gerar comportamentos destrutivos. Exemplo: o pai que deixa o filho fazer tudo o que deseja e não ensina a noção de limites pode estar criando um desajustado. Com toda a nossa "ciência" não conseguimos entender toda a complexidade da natureza, estamos sempre atrás, buscando permanentemente mais compreensão. Não podemos julgar a Deus, se sequer o conhecemos. Bom, é o que penso. Abraço.

      Excluir
    3. Argumentum ad hominem

      Excluir
  12. A Religião sem Ciência é cega e Ciência sem Religião é manca

    ResponderExcluir
  13. A Bíblia deixa bem claro que não só temos a capacidade de escolher, mas também temos a responsabilidade de escolher sabiamente. No Antigo Testamento, Deus escolheu uma nação (Israel), mas os indivíduos daquela nação ainda tinham a obrigação de escolher obedecer a Deus. Da mesma forma, os indivíduos de fora de Israel também podiam fazer a escolha de acreditar e seguir a Deus (por exemplo, Rute e Raabe).

    No Novo Testamento, os pecadores são repetidamente ordenados a “arrepender” e “crer” (Mateus 3:2; 4:17, Atos 3:19, 1 João 3:23). Toda chamada ao arrependimento é uma chamada para escolher. O comando a acreditar supõe que o ouvinte pode escolher obedecer ao comando.

    Jesus identificou o problema de alguns incrédulos quando Ele lhes disse: “Contudo, não quereis vir a mim para terdes vida” (João 5:40). Claramente, eles poderiam ter vindo se quisessem, o problema foi que escolheram não vir. “…pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7), e aqueles que estão fora da salvação são “indesculpáveis” (Romanos 1:20-21).

    Entretanto, como pode o homem, limitado por uma natureza pecaminosa, escolher o que é bom? É somente através da graça e do poder de Deus que o livre arbítrio torna-se verdadeiramente “livre” no que diz respeito à escolha da salvação (João 15:16). É o Espírito Santo que atua na e através da vontade de uma pessoa a fim de regenerá-la (João 1:12-13) e dar-lhe uma nova natureza criada “segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade” (Efésios 4:24). A salvação é obra de Deus. Ao mesmo tempo, nossas motivações, ações e desejos são voluntários e somos devidamente responsabilizados por eles.

    Fonte: http://www.gotquestions.org/portugues/livre-arbitrio.html

    A Paz de Cristo seja com todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não use texto bíblicos como forma de pensar, pois a mesma foi alterada diversas vezes por líderes religiosos para poder prender as pessoas as suas ideias, assim como todo mundo sabe que o Velho Testamento eram leis de Moises, e se o Novo Testamento deixa claro que somente o Novo foi inspiração divina, é porque o Velho não tem validade, ou possa ser usado como referência.

      Excluir
  14. Uma resposta que costumam dar também é a questão de se tornar homossexual por traumas, será que isso pode ser um caso também? Por exemplo, alguns nascem, outros por falta da figura masculina ou feminina do "pai" ou "mãe", e alguns por abuso sexual ou coisa do tipo... São explicações que dão, mas por meu pouco conhecimento no assunto não sei se deveria levá-las em consideração. O que acham sobre?

    ResponderExcluir
  15. São tantas duvidas, tantas incertezas. Analisemos a trajetória da vida humana até os dias de hoje na terra. O que foi e o que é bom para o homem? De tudo que o homem fez, o que de fato ajudou para que este viva bem em sociedade? A religião não é tabua de salvação para ninguém, ela é como uma bússola que nos indica um caminho e conforme vamos andando por este caminho, analisamos seus benefícios e malefícios para sabermos se prosseguimos ou não por ele. Se este caminho me parece bom, seguro e confiável, tenho que fazer com que outras pessoas sigam por ele. Isto é amar ao próximo. Um pai ou uma mãe não abandona seu filho amado a própria sorte. Percebam que todo NÃO da religião é um SIM a vida. É muito difícil viver em um mundo recheado de tentações e com tantas formas de felicidade, é necessário que o homem tenha um filtro, imaginem se nos deixássemos sucumbir por todas as nossas vontades. Temos sim o livre arbítrio e não sabemos nada dos planos de Deus. O pai sabe qual o presente que vai dar pro filho no seu aniversário muitas vezes o compra com antecedência, o filho aguarda ansioso pelo dia porem, se o filho comete uma falta grave o pai se vê no direito de, não por castigo mas para educar, não presentear o filho que sempre terá a chance de se arrepender e usufruir de todos os presentes que lhe espera. Muitas vezes o que nos parece ruim e arbitrário hoje é o que vai nos proporcionar grandes alegrias amanhã. Olhe para a sua vida e veja se não foi assim.

    PAZ E BEM!

    ResponderExcluir
  16. Olha gente,talvez todos vcs tenham um pouco de razao em partes do que disseram,mas agora falo por mim, nunca fui abusado qdo crianca, era crianca normal mas a medida que ia me entendo via crescer em mim o dzjo homo,achava outros garotos bonitos, mad eu relutava, tive varias namoradas,tive mha primeira experiencia com mulher aos 17 anos, e aos 18 com um gay, apenas oral, aos 25 anos me casei,, achando que passava,hoje tho 38 anos tho 3 filhos sou casado,,,apaixonado por um garoto, fico com ele as vzs,,, sou atvo,poxa sofro muito porque nao assumo, para nao destruir mha familia, e encarar a descriminacao de paretes e amigos, vou levando assim. E eu digo uma coisa niguem escolhe ser gay ou les, o sentimento a gnt nao controla, simplesmente eh, escolhemos asumir ou nao, mas quem nao assumi sofre por dentro como eu, quem assumi sofre por dentro e por fora, porem existem bons momentos... quem fala opcao sexual ta errado, orientacao sexual tbem ta errado, porque ser hetero eh bem mais facil e menos complicado,se fosse opcao sexual seria mais facil....sou catolico,sei que Deus ve o coracao de cada um,e o bem que fazemos, e a sua misericordia eh maior do que qualquer pecado, porque o unico pecado que nao tem perdao e contra o Espirito Santo, e amar o proximo a maior virtude....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continue como está meu irmão, Deus é contigo, se ele fosse olhar para nossos pecados, já teria destruído a terra, seus pecados muitos podem ver e te atirarem pedras, mas os pecados dos perfeitos e santarroes podem ser maiores que os seus e ninguém verem. Confiem em Deus, Davi pecou mais que vc, e a Bíblia diz que ele era segundo o coração de Deus. Deus te ama, devemos pedir perdão sempre a Deus, e busca_lo de todo coração.

      Excluir
  17. So quem sabe,eu achei que passava namorei, casei,, tho filhos, e sinto ate hoje aoa 38 anos , mha mulher nunca percebeu, e podem ate pensar que nao sofro, mas quem sente sabe o que eu passo, nao posso perder mha familia, nem encarar o preconceito de parentes e amigos, mha mulher fala horrores quando presencia algumas cenas, como em novelas etc, eu me entristeco mais ainda, ninguen escolhe ser gay ou les,ta errado falar opcao ou orientacao sexual, e mais facil escolher ser hetero, mesmo assim existem bons momentos eu tho dois amigos com quem eu posso conversar sou catolico e creio que Deus ve o coracao de cada um e sua misericordia e maior que meu pecado, amar o proximo e fazer o bem e tudo

    ResponderExcluir
  18. Olá, já fui religioso, participante da religião protestante, a qual nutro um carinho imenso (não desconsidero as demais, mas tenho uma afinidade imensa com a tal). Sou gay, parcialmente assumido, pois infelizmente a sociedade em que vivemos é um tanto quanto intolerante. Cresci durante a minha adolescência toda no meio evangélico, fui e sou um grande pesquisador da Bíblia. Atualmente curso história e sou ator em formação e baseado em minhas experiências religiosas, pessoais e profissionais tenho a cada dia mais tido a certeza de que Deus, o Deus que eu conheço, não é como costumam pintá-lo. Sou gay desde meu pequeno, já que lembro desde muito cedo sentir atração sexual por homem que inclusive em minha tenra inocência revelei a minha mãe. A Bíblia, acredito ser a palavra de Deus, mas se formos conversar historicamente, a maioria dos livros que conhecemos da antiguidade sofreram algum tipo de alteração. Devemos também analisar o período em que a mesma foi escrita para entendermos os preceitos sociológicos inseridos naquele período, já que naquela época, por exemplo, era abominável consumir carne suína, o que hoje já não é mais. Quanto ao termo homossexualismo não ser mais considerado e isso denotar uma possível mudança de pensamento onde o "comportamento" homessexual seria uma opção, lembro que atualmente a alteração no gene humano que causa muitas deficiências físicas já não é mais considerado uma doença, tendo em vista que todos nós possuímos alterações diferentes causadas por nosso DNA, hormônios e etc. Ou seja, o fato do termo homossexualismo não ser mais utilizado, não descarta que a homossexualidade está no indivíduo desde sua nascença. Outra questão é que Jesus não disse: "Amai ao somente ao próximo que professe sua religião", mas amai ao próximo como a ti mesmo", ou seja, não distinção de comportamento tendo em vista que o próximo pode ser qualquer ser humano. Essa é a nossa verdadeira dificuldade, amar ao próximo como a nós mesmos. Acredito que não é nada confortável se sentir o tempo todo julgado por uma sociedade intolerante onde sua sexualidade seja discutida abertamente como algo horrível. Muitos são os que dizem ser seguidores de Cristo e que possuem seus pecados como infidelidade, corrupção. Creio que somente Deus é capaz de julgar-nos. Não acredito em um amor que só verdadeiro quando concorda com suas ideologias. Amar ao próximo, é amar independente de sua cor, raça ou sexo. Ninguém obrigado a concordar com ninguém, mas respeitar o início de uma sociedade mais justa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual a religião protestante que aceita a homossexualidade?

      Excluir
    2. Caro Ruelf,
      Não disse que há uma denominação protestante que aceite o homossexualismo, apenas disse que sinto um afeto por tal religião. Não há mais de uma religião protestante, mas denominações diferentes. Essa afirmação se dá apenas para mostrar a crença em Deus está independente da orientação sexual que possuímos.

      Um abraço

      Excluir
    3. Marcelo M, boa tarde gostei muito do seu texto, você escreveu tudo certo, embora em alguns trechos ouve um equivoco fundamental, você não disse: Mas todas as igrejas evangélicas aceita qualquer pessoas que se aproxime de Deus, aceita como seu único salvador e cumpre os mandamentos de Senhor como Batismo etc. O seu texto começa dizendo que já fui religioso, e agora não é mais. Confere. Você afirma que é gay e lamenta que a sociedade não aceita você como é e seus sentimentos. Jesus mandou amar o próximo como a si mesmo. Ok
      Esclarecimentos: Marcelo, 1. Veja que ser religioso não alivia nada, é preciso receber Jesus Cristo como Senhor e não desejar ser religioso. Mas um participante do Reino de Deus. Abra seu coração para Deus e experimente uma nova experiência em sua vida, Jesus Não te rejeitou em nenhum momento. E nem a Igreja. Deixar Jesus Cristo controlar sua vida é diferente de ser religioso. Quando se coloca tudo no altar e Jesus controlar todo o teu ser, antão pedira´tudo o que quiserdes e vos será feito. Deixe Jesus Controlar teu seu mente e pensamentos.
      2. O homem não é gay só por que sente um certo sentimento por outro homem, isso é confusão, e ainda não é ser gay. sentimentos são sentimentos. Praticar a homossexualidade e colocar esse sentimento em evidência é que realça a homossexualidade. Tome cuidado. a Qualquer momento você pode parar com o ato.
      3. Você só pode se considerar homossexual quando os seus sentimentos já estão em evidência como o outro, e vem outras consequências da prática do pecado que gera abominação contra Deus. Arrependa-se.
      4. Jesus Cristo te ama muito, morreu em uma cruz para que você tivesse salvação. Ninguém mais morreu em uma cruz por você. Sua dívida está quitada, Deus entregou seu filho Jesus Cristo em holocausto pelo pecado. e Você faz parte das pessoas que deve receber a salvação em Jesus Cristo.
      5 Sou casado e tenho minha família e vejo todo dia que minha Igreja trabalha na recuperação de pessoas com tantos problemas e inclusive os problemas da sexualidade.
      6 Só se pode afirmar ser Homossexuais quem pratica o pecado de amar outro amem e praticar sexo. Jesus disse amai uns os outros em Cristo. Ou seja Fraternalmente.
      7. Vou orar pela sua causa, porque sei que sofre muito com estes sentimentos, mas decida-se em reverter esta situação, abra seu coração a Deus e aceite jesus Cristo como seu único e suficiente salvador. Tenha fé e coragem. Entenda ter sentimentos é uma coisa pecar e tornar a pecar é diferente. Planeja ser um homem segundo o coração de Deus, porque sei que vai conseguir.
      8. Temos um curso chamado Celebrando a Recuperação para o seu caso. PIb SJC Deus tem um plano em sua vida. Venha ser feliz.

      Excluir
    4. Amigo uma livro alterado por muitos anos, mal traduzido e quer que levemos ele a sério. Estude um pouco sobre história, estude sobre Constantino e como se formou o cristianismo, estude o motivo que levou o nascimento do protestantismo, ou seja, ficar citando textos bíblicos como forma de afirma algo é um erro. Primeiro meu jovem, o Velho Testamento são leis criadas por Moises, leis estas que permitiu ele matar crianças, escravizar mulheres, tudo usando o nome de Deus, sem mencionar os vários e vários erros de tradução comprovado por vários e vários teólogos e como você não é teólogo e só sabe ler a Bíblia, você fica amarrado a ela. Pois Moises matava, cometia genocídio, escravizava mulher, tudo para impor sua doutrina e tudo isso ele dizia que era em nome de Deus, assim como faz hoje os radicais do islamismo. Ler a Bíblia e tomar ela como verdade plena é um erro, e se você não sabe, quem juntou vários livros e formou a Bíblia foi Constantino, o qual viu sua popularidade cair, e depois que ele criou o cristianismo o mesmo passou a caçar todo mundo que não seguisse a mesma. Porém como bom curioso que sou, e pelo o que li, percebi que passados anos e anos, cada um interpretou a Bíblia ao seu bel prazer, para fazer o que bem entender e isso se segue hoje, atualmente hoje, tenho pena de pessoas como vocês, que acham que sua ideia ou pensamento só porque são religiosos são superiores aos dos outros, se imaginarmos que somo 7 bilhões de habitantes, e apenas 2 bilhões mais ou menos são cristãos/evangélicos, e se religiosos dizem que os homossexuais são minorias no Brasil, vocês são minorias no mundo, Jesus para os mais de 4 bilhões é um mito, ou não existe, que sua Bíblia é um livro de história e leis daquela época. Se você for conversar com um muçulmano ele irá provar por vários trechos do livro dele, com ênfase também histórica que eles estão certos e vocês estão errado. Principalmente se analisarmos que o Alcorão e a religião deles é mais antigas que as suas. E sem mencionar que o Novo Testamento é escrita em Grego e é comprovado por estudiosos que não existe trechos nenhum que mencione os homossexuais, e que as igrejas adicionaram (Onde para mim fizeram isso para perseguir mesmo), pois homossexual, homens ativos e passivos, efeminados são termos atuais, os quais estão num livro de 2.000 anos? Sinceramente. Fico com pena, não questionar é a maior burrice de quem segue, cegamente um livro.

      Excluir
    5. Pessoal, a bíblia está cheia de contradições, deus que é amor incondicional também é perverso, manda matar, se satisfaz com sangue de animais etc... Mas é amor incondicional, e é também barbárie. Sou contra direitos humanos preferiria deveres humanos pois penso ser muito mais abrangente que um simples direitos humanos. EX: É dever humano respeitar a vida, ser solidário, respeitar as leis do seu país, é dever humano possibilitar a integração social, é dever humano ser educado, é dever humano educar, é dever humano gerar ocupação , é dever humano ser digno, é dever humano priorizar a dignidade, é dever humano respeitar as diferenças, é dever humano viver em plena harmonia com a natureza etc...

      Excluir
  19. A questao do homossexualismo nao deve se prender a religiao,mas ao ser humano,sera q este crescente aumento de gays e lesbicas poderia estar acontecendo pelo uso durante a gestação de remedios ou produtos quimicos usado na lavoura que chega a mesa ,temos q fazer uma pesquisa comparando o pre natal(ficha medica da mae durante a gestação ) de gays lesbicas e heteros para ver se algum remedio TEM O MESMO PRINCIPIO ATIVO (PEGAR ESTE REMEDIO E FAZER TESTES PARA VER SE ALTERA OU NÃO OS HORMONIOS ),para termos explicaçao para esse aumento ,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E se na realidade somos todos homossexuais e o ambiente nos torna héteros? Esta é uma possibilidade levantada pelo grande primatologista Frans de Waal. Nossos primos bonobos, por exemplo resolvem seus problemas e tensões com práticas hétero e homossexuais. Já os nossos outros primos chimps não. Seja como for, tua hipótese carece de qualquer fundamento científico.

      Excluir
  20. Perdi meu pai quando eu tinha 5 anos de idade e, devido a isto, cheguei a pensar que esta falta de proximidade com a figura paterna pudesse explicar a minha homossexualidade. Mas, com tantos outros homossexuais que cresceram com a figura paterna presente, descartei esta possibilidade.

    Outra coisa que não ocorreu comigo mas, com certeza, ocorreu com outros homossexuais, é aquela imposição familiar de que o garoto tem que ser "o machão", e, apesar de receber toda essa influência desde pequeno, o garoto cresce mantendo a aparência deseja por seus familiares, porém, inibindo seu inexplicável desejo por outra pessoa do mesmo sexo. Isto também me deixa em dúvida quanto à questão de que o meio ou as circunstâncias transformem um indivíduo heterossexual em homossexual.

    Quanto ao termo "opção sexual", não acredito que alguém, em sã consciência, escolha levar uma vida de dor e sofrimento a uma vida na qual possa desfrutar da liberdade de expor seus sentimentos, suas paixões, suas experiências sexuais, etc.

    Quanto à religião, assim como as leis; vejo-as como manipuladoras de massa, ou seja, foram criadas para transformar monstros em indivíduos capazes de conviver suportavelmente entre si. Uma diz o que você não pode e não deve fazer, pois, do contrário, estará sujeito à clausura/prisão; e a outra também diz o que você não pode e não deve fazer, pois, do contrário, estará sujeito às punições espirituais, ou seja, em outro plano. Sendo assim, se o indivíduo agir de forma que as leis terrenas não o puna, estará sujeito às punições espirituais.

    Aos que possam julgar-me como sendo um ateu, não sou! Acredito sim em Deus, mas não em um Deus que condene os africanos (por tocarem seus atabaques e cultuarem outras divindades); os asiáticos (por serem budistas ou xintoístas); os árabes (por cultuarem a Alá); os europeus (pelo catolicismo); os latinos (pela mistura religiosa); enfim, o ser humano e suas diferenças (qualquer que seja). Estão aí os animais (irracionais), criação de Deus, que também praticam sexo com outros do mesmo sexo. Será que fazem isto só por que são irracionais? Ou fazem isto por que não possível a intervenção humana em repreendê-los?

    ResponderExcluir
  21. Espero um dia ter uma explicação exata e concreta para homossexualidade. ..mais so acho que quem ninguém tem o direito de julgar ninguém pois ninguém e perfeito. .i se um dia eu tiver que pagar um preço por isso de alguma forma ou nao..sou euu...Acredito em Deus ..i ele conhece meu coração e sabe que ele e puro..sou les namoro a 4 anos amoo muito ela de coração ..i sou feliz .. tenho minha família do meu lado e Deus no meu coração....o amanhã espero acontecer. ...qem somos nos para julgar alguem? Intao vamos ser feliz gente

    ResponderExcluir
  22. MUITO SE FALA ESSES CRENTES MALDITOS, mais poucos sabem oq é passar pela depressão, só quem sabe o que é sofrer a dor dessa eterna duvida, causada por deus ou não, ninguém sabe ate pq ninguém conhece ou é onisciente, acho que ele deveria interferir dizendo oq é certo, e curar ou não se for o caso a quem pede, ou calar a quem for o caso ou não a quem nos maltrata. e nos julga sem saber o realmente sentimos no coração. desde a nossa concepção. não busco aceitação apenas uma verdade se for um erro que me cure se não que me mude nos de a convicção que seremos felizes em uma vida futura. MAS ACHO QUE COMO ISSO NAO ACONTECERÁ AGORA, PREFERIREI ME MATAR POIS TO CANSADO DE TANTA PAULADA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A única verdade aqui é que vc tem o direito de ser feliz. A tua sexualidade é problema teu, e quem palpitar manda uma banana. É muito muito provável que tenhamos uma única vida. Não joga fora não. Ninguém tem a porra do direito de te dizer como vc tem que viver tua sexualidade. Muito menos um livro escrito por criadores de cabras vivendo 3000 anos atrás. Tenha dó. Faça o bem e tente ser feliz :)

      Excluir
  23. Pesquisas mais recentes já provam que a homossexualidade esta fortemente ligada a fatores genéticos, aos 4 ou 5 anos já se percebe pequenos traços de homossexualidade em crianças principalmente do sexo masculino, estas, por sua vez, ainda não tem consciência para fazerem escolhas no que diz respeito a sua sexualidade. Depois de adulto é impossível fazer um homem hétero, por livre e espontânea vontade, passar o resto da sua vida somente se envolvendo sexualmente com outros de sua mesma especie. O homem, através de convenções criou sistemas para garantir a ordem, perpetuação e desenvolvimento da humanidade .

    ResponderExcluir
  24. O que significa, exatamente, aceitar a Deus como Salvador??

    ResponderExcluir
  25. amar,obedecer,confiar,não duvidar, reconhecer que és dependente Dele e que Ele te ama. homo é pecado, arrependa-te, largue seu fardo. e venha pra Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo crente se auto-considera um escravo de um ser imaginário. Só que esse ser imaginário se encontra na cabeça do próprio crente. Então quando o crente fala de “obedecer”, quer dizer que tem que seguir o que lhe dá na cabeça quando pensa que está em contato com o ser imaginário. O fato de “confiar” no que você pensa como sendo o pensamento de um ser superior, além de ser o ser mais poderoso do universo, e como sabemos é simplesmente o seu superego, só pode ser parte de uma brincadeira de alguém que não tem conhecimento nenhum da realidade. O fato de ser ”dependente” do que você acha que é um ser superior, determinado pelo teu próprio ego, é algo que passa do limite da estupidez. O “ele te ama”, determina que você saiba o que esse ser supostamente existente, que ninguém pode ver, e que não se sabe onde está, ou que está em todas partes, e que tem medo de aparecer para terminar com esse problema de que se existe ou não, e que você tem o atrevimento de decidir o que ele pensa, deixa muito a desejar na realidade.
      Esse “homo é pecado”, supostamente a apócope de homossexual. Para o “sonífero impresso” (bíblia) só é pecado em Levítico 20:13, porque depois virou uma festa (gay). Segundo deus (1 Samuel 13:14) Davi foi o maior rei de Israel, “um homem segundo o seu coração”, mas no seu íntimo, Davi era homossexual, o gay, ou bicha louca, que tinha filhos com mulheres, apesar de ter-lo intentado muitas vezes com homens, porque ele achava que para deus não há impossíveis, mas, como outras vezes, deus não conseguiu. Mas, para mostrar que não estamos falando sem fundamentos, aqui estão as partes do “manual do psicopata” para poder conferir:

      “1 Samuel 16:12 Jessé mandou buscá-lo e o fez entrar. Ora, ele era ruivo, de belos olhos e de gentil aspecto. Então disse o Senhor: Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo.”
      Aqui começa a festa, isso de um macho passar óleo no corpo de outro macho, é sinônimo de festa.
      “1 Samuel 18:1 - Saul e Davi terminaram a sua conversa. Jônatas, filho de Saul, começou a sentir uma profunda amizade por Davi e veio a amá-lo como a si mesmo
      2 - Daquele dia em diante Saul levou Davi para a sua casa e não deixou que voltasse para a casa do seu pai.
      3 - E Jônatas e Davi fizeram aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma.
      4 - Ele tirou a capa que estava usando e a deu a Davi. Deu também a sua túnica militar, a espada, o arco e o cinto.”
      O resto que terminou dando, deixaram para a imaginação do leitor.
      “1 Samule 18: 25 - Então, disse Saul: Assim direis a Davi: O rei não tem necessidade de dote, senão de cem prepúcios de filisteus, para se tomar vingança dos inimigos do rei. Porquanto Saul tentava fazer cair a Davi pela mão dos filisteus”.
      Creio que ele tinha uma tara por strogonoff de pedaços de pênis ao ponto de pedi-los como dote; coisas de deus e seus caminhos inescrutáveis.
      “1 Samuel 20:17 então Jônatas fez Davi jurar de novo, porquanto o amava; porque o amava com todo amor da sua alma.
      18: disse-lhe ainda Jônatas: amanhã é a lua nova, e notar-se-á a tua ausência, pois o teu lugar estará vazio.”
      O fato de sentir falta dele, antes de acontecer, só porque imagina uma noite de luar, é muito romântico.
      “1 Samuel 20:41 logo que o moço se foi, levantou-se Davi da banda do sul, e lançou-se sobre o seu rosto em terra, e inclinou-se três vezes; e beijaram-se um ao outro, e choraram ambos, mas Davi chorou muito mais.”
      Dois machos se beijando? Será que é homossexualismo ou carinho demais?, Os beijos eram de língua?.

      Excluir
    2. E fechando com chave de ouro:
      “2 Samuel 1:26 Angustiado estou por ti Jônatas; quão amabilíssimo me eras! Mais maravilhoso me era o teu amor do que o amor das mulheres”.
      Se estes não eram veadinhos de deus, então homossexualismo deve ser outra coisa. Não esqueçamos que Jesus é descendente de Davi. E uma pergunta que deve ter ficado no ar, na época da suposta existência do nazareno demente, por que este não teve uma esposa na sua vida? Na época os homens se casavam até os dezesseis anos e as mulheres normalmente com treze anos, motivados pela possibilidade de tempo de vida que normalmente era de 25 anos. Qualquer pessoa que passa-se dos vinte anos sem casar-se seria mal visto pela sociedade. E o dito, não só não gostava de mulher, senão que era sempre acompanhado por homens. Alias num momento (já que não posso perder a piada), “Mateus 4:19 disse-lhes: vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.” O que você realmente faria se alguém te convidasse a pescar homens? Qual seria a sua resposta?. E para piorar, você diz que é pecado mas pede para seguir quem prega que tem que pescar homens? .
      Como dizem, sabe, filinho de peixe... É o que acontece com os descendentes de Davi “o veado de deus”.

      Excluir
  26. Agora, deixando a brincadeira de lado (da minha parte), esses estudos ao qual te referes, trata de pessoas adultas, nas quais existe uma determinada reação no cérebro dependendo do seu desejo sexual. Mas isto não afirma que nascemos com essa reação cerebral. Supostamente deveria ser feito em menores de idade pré-púberes para ver se realmente existe algo que indique a possibilidade da sua futura tendência sexual. E se for necessário, o monitoramento no tempo para poder afirmar os estudos.
    Ainda assim, pensamos na possibilidade de que é uma reação física, só que sendo resposta à educação, que pode ser entendida através da Psicologia (Freud, Winnicott, Lacan), a Neurologia e a Neurociência como instrumentos. Sendo que já temos uma idéia muito interessante de como funciona a sexualidade.

    ResponderExcluir
  27. olá, posso assegurar com todas as letras que homossexualidade não é demônio, não é opção. homossexualismo é algo inexplicável....

    ResponderExcluir
  28. O que não é natural é sobrenatural, ou seja, o contrario ao natural, que está fora das leis naturais. Quando se fala que o homossexualismo não é natural, quer dizer que é sobrenatural? Mas, os milagres não são considerados sobrenaturais? Deus e seu balé não são considerados sobrenaturais?
    Dizer que para algumas religiões o homossexualismo é pecado, é uma coisa (a palavra pecado determina “errar o objetivo”). Agora dizer que não é natural, é considerá-lo na ordem do divino. E até onde podemos entender, só um homossexual considera o homossexualismo divino.
    Então, cada vez que apareça um fulano/a falando que o homossexualismo não é natural, podemos afirmar que é alguém enrustido (na terceira acepção do dicionário Houaiss).

    ResponderExcluir
  29. Roelf
    Anteriormente escrevi sobre uma explicação do homossexualismo visto desde o ponto da psicologia misturado com a neurociência, claro que com a marca de alguém com a visão de quem tem sétima serie e trabalha de dez a quinze horas por dia para sobreviver (neste caso sou eu). Sei também que você é o filtro que determina o que vai ao sitio, sem discussão, creio necessário, mas, gostaria de saber o porquê não foi permitido. Só para entender, já que é um tema que gostaria muito saber a sua opinião, e o que os científicos nesse campo podem contribuir com o ele.
    Desde já peço desculpas pelo incômodo e obrigado. GGS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luzisfer. Estranho isso. Eu teria gostado de ler um texto com uma abordagem da psicologia (não a cristã :) ) + neurociência. Geralmente não publicamos bolsonarices ou pregação religiosa, mas não deixaríamos de publicar uma resposta com essa abordagem. Se der manda de novo. Deve ter sido um erro aqui do blog.
      Abraço!!

      Excluir
    2. As etapas da existência de uma criança são definidas pela “fase oral”, que é entre o nascimento e 18 meses, quando esta experimenta todo com a boca. A “fase anal” que é quando esta começa a controlar o cocô e o xixi, do final da fase oral até os quatro anos e meio (aprox); a “fase fálica” que é quando descobre a sexualidade, compreendendo a diferença entre os pais e a identificação com um deles. A “fase de latência” (entre os 6 e 11 anos) que ocorre o que é chamado de “homo-afetividade” que é quando a criança se “apaixona” pelo pai do mesmo sexo, absorvendo tudo o que ele é, querendo ser como ele. Sendo este período, segundo os psicólogos que tem tido contato com a neurociência, o que vai determinar a sua sexualidade posterior. Tem a ver com a maturidade cerebral, sobre tudo a amígdala cerebral, sendo uma etapa que tem que ser vivida, como engatinhar. Vemos alguns casos que crianças antes de engatinhar acabam caminhando em duas pernas, mas depois terminam engatinhando, como se fosse uma etapa a ser vivida (suponho que para determinar a curvatura da coluna, ou a disposição dos órgãos internos, sendo parte da evolução). O que tenho tido oportunidade de ler, e que entendo como neuro-psicologia (desculpem não sei se existe este termo), é que nesse período, se a criança não passa pela homo-afetividade, esta vai procurá-la após a puberdade, tendo como conseqüência a homossexualidade literalmente.
      Após o período de latência, temos a adolescência que termina afirmando a sua sexualidade (entre os 11 e 18 anos), tempo no qual supostamente seria a maturidade total do cérebro. Aliás, às vezes dos onze ad infinitum.
      Como podem ver, a idéia é essa mas gostaria de saber se existe algum estudo com respeito à maturidade do cérebro infantil, meio resumido, como para pessoas comuns, já que não pretendo ser um neurocientista na minha idade, só por curiosidade humanística.

      Excluir
  30. O que li aqui é só parvoices e ignorancia ...e tudo por culpa dos cientistas ...Eles sabem muito bem , porque são homosexuais ...porque são lésbicas ...Deixem-se de meter Jesus e Deus nisto ...Deixem-se de meter pecado ou tendências nisto , como gostar de chocolate branco ou gostar de chocolate preto ...Estupida conversa e suposições ...Tudo o que a pessoa vai ser quando adulto é determinado aquando da evolução no útero da mãe ...eles nascem já assim , e como nascem já assim , só se sabe quando começam a desenvolver seus desejos sexuais , e isso acontece na puberdade ...como toda a gente ....cientificamente não sei como usar as palavras ...mas já li sobre isso num artigo acerca duma experiência feita por cientistas ...só que eles preferem esconder ... e deixarem que essas pessoas sofram , por causa de coisas da natureza ...se eles pudessem escolher ...eles não seriam assim ...informem-se bem e deixem de dizer asneiras ..

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. A única coisa que podemos colocar a culpa nos cientistas é a oportunidade através da ciência de deixar por meio desta que algumas pessoas tenham a oportunidade de utilizar-se desta para falar estupideces. Porque é através da ciência que você tem uma vida menos miserável.
      Dizes que já está determinado no útero da mãe, e possivelmente fales por experiência própria, mas as respostas científicas não são subjetivas, décimos que a ciência ainda está procurando respostas, não porque seja algo correto ou incorreto, senão porque é algo a mais para ser compreendido.
      Parece que esse deus que falas, que interfere na própria concepção, seja ele que determina antes do próprio nascimento, a tendência sexual do próximo ser. Isso seria uma explicação válida para os crentes, já que a maioria do clero tem tendências homossexuais pederásticas. Bom deus esse. Aliás, o tal de cristo tinha problemas com gostar de mulheres. Sendo, segundo ele, o filho de deus, e sendo feito a sua imagem e semelhança, filhinho de peixe peixinho é? Da mesma forma, os nascidos machos dentro do clero não gostam de mulheres.
      Obrigado por trazer-nos esse momento de sabedoria.
      Você usa a ciência para entrar em contato com a gente, e se queixa da ciência.
      “si eles pudessem escolher não seriam assim”, aliás, é porque eles podem escolher que são assim. Isso é liberdade. Se te inspira mais, se te atrai mais, se você se completa através do desejo com uma pessoa do mesmo sexo, que assim seja.
      Tem uma passagem no “sonífero impresso” que diz em Levítico 20:13 O homem que se deitar com outro homem como se fosse uma mulher, ambos cometeram uma abominação, deverão morrer, e seu sangue cairá sobre eles.
      Sem dúvidas é algo que deixaria de lado o castigo dos homossexuais, já que eles não se deitam com outro homem como si fosse uma mulher, senão ao contrario, eles se deitam com outro homem como se fosse homem, já que não conseguem ver graça nenhuma numa mulher, sendo assim, a sua própria salvação gay, graças a deus, amem.

      Excluir
  31. A natureza do ser humano desde o seu nascimento até a puberdade é andrógina, ou seja, que apresenta traços e ou comportamentos entre masculino e feminino (por definição). Sabemos que a influencia exterior vai querer controlar de alguma forma as características naturais determinando formas de brincar, tipos de vestimenta, tipos de reações.
    Até hoje não se há comprovado cientificamente que um ser humano seja concebido ou mesmo durante a sua estadia dentro do corpo materno, que seja determinada a sua tendência sexual, a não ser por médio da observação “á vista” dos órgãos sexuais.
    O mais perto de podermos dizer que poderíamos quase que “determinar a sexualidade”, ou o desejo e ou atração sexual do individuo, é darmos para este uma vida o mais simples e completa possível, ao superar todas as faces ás quais temos que viver como seres humanos, do nascimento à puberdade. Faces estas determinadas já pela psicologia freudiana e que hoje podemos completar com a Neurociência, ou melhor dizendo, que podemos estudar pela Neurociência e corroborar com a metafísica freudiana.
    Ou seja, o que determina a nosso sexo são os órgãos sexuais. O que determina a nossa sexualidade é a puberdade. Desde a concepção até a puberdade somos andróginos. Não nascemos homossexuais. Não temos preferências sexuais porque o sexo não nos afeta. Antes da puberdade podemos demonstrar hetero ou homossexualidade só na comparação de quem está definido sexualmente. Para uma menina deitar o rosto entre os seios da mãe, ou um menino sentar no colo do pai, não é por preferência sexual.
    Agora se esta pessoa após tiver passado a puberdade, já barbado, morando fora de casa, ainda quer sentar no colo do pai, neste caso cabem grandes possibilidades de que o sexo determinado visualmente no nascimento não tenha-se assentado ou resolvido na maturidade.

    ResponderExcluir
  32. Ora podemos nos entreter perante ao sexo e usar do livre arbítrio na escolha porém não podemos nos reter ante aos desejos e necessidades. Mesmo que o objeto se altere isso não mudará o fato de que estamos todos condicionados ao desejo e necessidade como lei imposta pela natureza. Como consequência podemos escolher entre homem, mulher, carne, verdura, àgua ou suco, porém não podemos deixar de sentir sede, fome e atração sexual. A utilidade é a finalidade e deve ser levada em consideração, ou seja, precisamos de energia e precisamos nos reproduzir. Assim nos impõe a natureza e esta não está nem um pouco interessada em nosso livre arbítrio. A homosexualidade pode ser simplesmente uma transformação gerada pelo meio, uma movimentação ou alteração do objeto desejado. Se for adquirida geneticamente será uma disfunção, de forma alguma doença, pois a natureza expressa o sexo de acordo com o aparelho reprodutor e não ideologicamente. Ao nascermos não temos como expressar uma escolha sexual nem como definir se um bebê é do gênero masculino ou feminino a não ser por seu aparelho sexual. Não existem atitudes que os categorize e os diferencie além do órgão reprodutor. Ora, se a consciência e a razão se desenvolvem conforme amadurecemos, por que com a opção sexual seria diferente? Não poderia ser o fato de tomar ciência de que se possui um pênis ou uma vagina um fator definitivo na escolha do sexo? Se a força existe já ao nascermos porém o emprego da força sexual fica inacessível até a puberdade não é impossível que nossa vontade aja na nossa opção sexual. Ou seja, de qualquer forma, o desejo existe independente do objeto.
    O ser humano tem a mania de se categorizar e de querer diferenciar-se dos demais animais. Criamos raças, nações, estilos, culturas, opções sexuais e etc. Mas tirando toda essa ornamentação supérflua somos produtos da mesma composição; quanto ao homo sapiens, todos possuímos àtomos, partículas, células, órgãos, necessidades e instintos, ou seja não temos tanta autonomia quanto pensamos. Somos limitados à viver em um lugar que tenha alimento, àgua, calor e ar. Nos tornamos gregários na medida em que nosso instinto sexual e nossas necessidades mútuas nos tornam dependentes uns aos outros, assim como nossa sociedade é reflexo de nossas necessidades.
    Se existem organismos milhares de vezes menor que nós, quem pode negar que, talvez, exista um organismo milhares de vezes maior que o nosso universo? Organismo que por sua vez pode ter dado origem ao universo? O Big Bang é uma teoria, mas de fato ninguém esteve lá para saber o que havia antes. Ao contrário do Big Bang o homem é atual e observável. Podemos assim raciocinar empiricamente até chegar na causa da homosexualidade.
    Não temos como afirmar algo baseado em nossas crenças; é somente raciocinando à partir das regras que somos capazes de pouco em pouco ir juntando as peças do quebra-cabeça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Começo interessante. Final falho. O Big Bang não é teoria, é Teorema. O de um ser superior que criou tudo não é nem teoria. As crenças não são nada além de ilusões particulares. Se achares que deves ter um conhecimento empírico da homossexualidade, esteja a vontade.
      O de que ninguém esteve lá para saber o que tinha antes, e todos os crentes determinam que estivesse um deus, é um jogo infantil promovido por crentes. Para não me explanar muito, diria que: o que havia antes de seu deus? Sendo a resposta: “nada”. E se seu deus surgiu do nada, por que não tira o seu deus da equação, e simplesmente o Universo surge do nada?
      Estamos num sitio onde se promove o pensamento científico. Ou seja: silencio, observação, liberdade, compreensão. O homossexualismo para um livre-pensador heterossexual é uma questão particular de satisfação sexual, que não prejudicando a ordem social (em forma de pederastia ou estupro), tem toda a possibilidade de convívio.

      Excluir
  33. Eu conheço homens gays, e mulheres lésbicas, e tenho amizade com ambos, por curiosidade ja perguntei porque eles optaram por se relacinarem com parceiros do mesmo sexo, a resposta é sempre a mesma, no começo quando eu percebi que gostava de pessoa do mesmo sexo que o meu, eu nao queria ser assim eu nao aceitava eu ate pedi p Deus me ajudar, mais com o passar dos anos me libertei dessa culpa e hoje me sinto bem.
    E eu continuo sendo amiga de todos porem nao entendo porque são o que não queriam ser, alguns até mostram uma certa tristeza como se tivessem sidos vencidos por algo que não aceitavam, mais poderam vencer, parece que é a unica solução é aceitar, pra viver sem a dor da culpa de ser contrário do curso da natureza em sí.
    Porque agente vê naturalmente os animais são macho e fêmea, pode até ter adversidades em um macho p varias fêmeas, eles não tem raciocínio p decidir apenas agem por instintos, e se relacionam sem contrariar a natureza, macho e fêmea, fêmea e macho.

    ResponderExcluir
  34. Existem aproximadamente 1500 espécimes de animais (desde insetos a mamíferos), que têm comportamento homossexual, e o ser humano se encontra entre eles. Cremos que passando de mil espécies diferentes, já poderia ser considerado natural na natureza.
    Perguntas: você faria sexo com alguém que não te atrai sexualmente?
    Será que existe algum ser poderoso extraterrestre que tenha a capacidade de fazer que você seja atraída sexualmente por uma pessoa que não te atrai?
    E se for possível que uma força superior consiga magicamente te fazer copular com alguém que não te atrai sexualmente (tipo “boa noite cinderela”) : esse relacionamento teria algum valor para ti?
    Se alguém te obrigar a fazer sexo com outro alguém contra a teu próprio desejo ou vontade, tendo como motivo o fato de “tem que ser assim”, aceitando ou não, não seria uma forma de estupro?
    Uma pessoa pode viver sem sexo, já que “é natural, mas não é necessário”, como diria Epicuro.
    Isso de “frutificai e multiplicai-vos” já era. Existe muita gente no mudo e nem todo o mundo se sente feliz querendo reproduzir-se.
    Não conhecemos tantos homossexuais quanto comentas, possivelmente por não freqüentarmos lugares onde há muitos homossexuais, mas, dos poucos que conhecemos, sinceramente não estamos nem aí em saber o porquê dos seus desejos sexuais ou como se satisfazem.
    O nosso interesse é puramente científico, do qual procuramos respostas a respeito de questões sobre as reações humanas e até onde estas podem ser consideradas prejudiciais ou não para a sociedade.
    O problema real surge quando começamos a preocuparmos com a vida sexual dos outros. Tendo as pessoas envolvidas maioridade e consentimento pelo ato sexual promovido em mutua aceitação, fodam-se (tanto quem forma parte do grupo como aqueles que não gostam).

    ResponderExcluir
  35. A maioria dos textos não possui perfil científico nenhum, embora os autores pensem que seja. Para ciência não existe Deus, crença, pecado, etc...etc...etc..., existe probabilidades, este termo é a conclusão, a premissa menor, a síntese, a resposta à pergunta científica.

    ResponderExcluir
  36. Sabemos que o sitio tem como nome Revista Ciência, mas não está determinado que só pudesse entrar comentando ou argumentado cientistas diplomados. Vemos em todos os artigos curiosidades cientificas sobre temas polémicos que atingem todo o mundo, sendo cientista ou não, e de aí a oportunidade de expor nossos pensamentos sem necessidade de mostrar um diploma. Possivelmente não tenha alguém aqui que consiga colocar o homossexualismo em símbolos matemáticos ou em fórmulas químicas. Este sítio é mais um elo entre o leigo e a ciência, graças ao editor.

    ResponderExcluir
  37. TODOS E EU ERRADOS, NENHUM CONHECIMENTO HUMANO TERÁ EXPLICAÇÃO SOBRE DEUS. MAS SIM OS QUE ALI ESTÃO AO SEU LADO. OU SEJA TEMOS QUE MORRER PRA ENTENDER O DEUS QUE SEGUIMOS. AGORA PERGUNTA QUEM QUER MORRER PRA ENTENDER O DEUS QUE SEGUIMOS? NINGUÉM NÉ! ESTUDOS E ESTUDOS NÃO COMPROVAM E NUNCA VÃO COMPROVAR NADA SOBRE DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: isso de que “NUNCA VÃO COMPROVAR NADA SOBRE DEUS”, é a pura verdade. Como nunca vão comprovar nada sobre unicórnios, gnomos e fadas. Só poderemos comprovar a existência daquilo que existe.

      Excluir
    2. parece que você grita muito e não diz merda nenhuma.

      Excluir
  38. Não sabemos o que andas lendo, mas está mais que demonstrado que não existe nenhum ser superior desses que vocês chamam de deus, e para piorar parece que o único verdadeiro é justamente ao qual te referes, uma suposição algo egocêntrica. Pela forma arrogante e histérica que denotas ao escrever tudo com maiúscula com se estivesses gritando, deves referir-te ao deus do deserto, conhecido como “sarça ardente”. Não sabes que existe a capacidade de utilizar a inteligência? Pois te digo que se fosses mais instruído poderias saber que não existe, não há espaço em algum outro lugar a não ser aqui que possamos ter como referencia de existência. A evolução não permitiria. Isso de morrer para ver deus nem acreditando; senhor, a palavra deus vem do indo-europeu e traduzido seria “luz do dia”, e só isso. Os romanos chamavam de Júpiter ou “dios Peter” ou “luz do dia, pai”.
    Existem mais de dois mil e setecentos seres que são chamados de deus e não tivestes oportunidade de escolher, já que o único deus que conheces te foi imposto. Claro que pelo fato de ser crente não te é permitido o uso da razão. Porque se usasses a razão saberias que é por demais absurdo achar que ha um tempo atrás uma mulher virgem libanesa fora inseminada artificialmente com um material genético não humano através de uma pomba sideral, e que por alguma razão, ao parir , teve o que se conhece como “hímen complacente”, determinando a sua virgindade posterior, dando a luz um ser híbrido. Importante destacar que não conseguimos explicar como pode ter sido do sexo masculino já que o material extraterrestre não deveria portar o cromossomo X; já que o tivesse não precisava ser extraterrestre, qualquer homem macho o teria; um simples detalhe. Mas seguindo com o assunto anterior, esta virgem parturiente, contam que pelo fato de manter o “hímen invictus”, teve a oportunidade de ascender para fora da terra centrifugada de corpo e alma sem nenhum tipo de equipamento, tendo que supormos que ao levar o corpo, teria tido a necessidade de respirar oxigênio junto com todas as outras necessidades fisiológicas que lhe competiam, como comer, urinar, defecar etc., etc..
    Como diria Mario Quintana: “O milagre não é dar via ao corpo extinto, ou luz a um cego, ou eloqüência ao mudo...Nem mudar água pura em vinho tinto... Milagre é acreditarem nisso tudo!”
    Só para constar, o planeta Terra não é o centro do Universo. Enquanto a Galáxia (Via Láctea) se movimenta a 695 km por segundo pelo Cosmos, o Sol nos arrasta entorno da Galáxia a 225 km por segundo, a Terra girando em parafuso entorno do Sol a 30 km por segundo, enquanto gira em forma de pião sobre si a 500 metros por segundo. Chega a dar vertigem, mas é a realidade.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget